Voo charter adiado? Saiba os seus direitos!

2020-02-20
Charter flights delays

Saber quais as indemnizações devidas e as compensações associadas aos voos adiados pode ser muito útil, principalmente para quem costuma aproveitar as vantagens associadas aos voos de oportunidade das agências de viagem. Saiba como reclamar e tudo o que tem a fazer para ser compensado no caso de o seu voo charter ser adiado.

Voos charter adiados e forma de ação

Os bilhetes de oportunidade das agências de viagem valem a pena, na medida em que lhe permitem conhecer destinos de sonho por preços apelativos. Ainda assim, quem aproveita estes benefícios tem frequentemente dúvidas relativamente aos seus direitos quando começa a assistir aos atrasos nos voos charter.

A verdade é que a reclamação pela indemnização é, nesta situação, também possível, contando que o atraso no voo seja superior a três horas a partir da hora prevista de chegada. Assim, independentemente de ter aproveitado as promoções das agências de viagens ou comprado o seu bilhete à companhia aérea, terá sempre direito à sua compensação.

A decisão de reclamar deve ser tomada ainda no aeroporto, dirigindo-se à companhia aérea responsável pelo voo (afinal, é esta e não a agência de viagens, a responsável pela operação e cumprimento dos voos). Ficará a cabo da companhia aérea o pagamento da devida indemnização, sendo que, para a obter, terá de preencher uma reclamação por escrito.

Quais são as obrigações da companhia aérea face ao voo atrasado ou adiado?

A companhia aérea é obrigada a indemnizar quem é prejudicado pelo seu voo atrasado ou adiado. Esta é obrigada a fornecer acomodação, alimentação e a criar alternativas de voos para o dia seguinte.

Caso a companhia aérea não o faça, terá direito ao reembolso, devendo apresentar, para tal, todas as faturas relativas aos custos que o referido atraso teve para si. O bilhete de embarque, o cartão da bagagem e todos os restantes documentos terão de estar na sua posse para que possa reclamar.

No caso de a companhia aérea tentar compensá-lo através de pontos de bónus, em voucher, deve recusar a oferta. Ao aceitar este benefício, deixará de ter direito à sua compensação. Esta compensação poderá ascender aos 600 euros e está prevista pela Regulação do Parlamento Europeu número 261/2004, referindo-se a voos dentro da Europa, a voos de estrangeiros para a Europa e também a companhias registadas na União Europeia.

Como preencher a reclamação sobre o voo adiado?

A companhia aérea é a responsável pelos voos e, por isso, quando há atrasos ou adiamentos, esta é a entidade sobre a qual deve reclamar. A reclamação por escrito deverá ser preenchida, por isso, no balcão da respetiva companhia aérea, através de um email a esta dirigido ou através do site da referida empresa.

Os dados dos passageiros, os dados do voo e as circunstâncias que causam a reclamação devem ser explanadas. É muito importante que a reclamação seja feita com cuidado e o recurso a outras entidades (como a Autoridade Nacional de Aviação) poderá ser útil para que consiga a sua indemnização.

Como é usual, a compensação pelo voo adiado ou atrasado pode levar vários meses a concretizar-se e exigir altos níveis de burocracia. Ainda assim, o passageiro afetado por este tipo de situação deve conhecer (e fazer valer) os seus direitos, reclamando-os.

Procure, se necessário, o apoio de profissionais especializados para tratar de todos os pormenores relativos à sua compensação, para garantir o retorno do seu investimento e a compensação pelos transtornos que o voo atrasado possa ter-lhe causado.

O site da GIVT poderá ser um espaço interessante para quem deseja mais informações sobre o que fazer perante um voo adiado ou atrasado, sendo também um bom espaço para encontrar profissionais habituados a gerir este tipo de situação.

Consiga uma compensação por um voo charter!

Verificar agora

Artigos relacionados

02.08.2019

Andar de avião com crianças: como ajudá-las a gerir o primeiro voo?

Viajar em família é divertido e o seu filho poderá estar entusiasmado. Mas não se engane! Andar de avião com crianças não é tarefa fácil. O medo durante a descolagem e aterragem e as várias horas no interior do avião podem ser stressantes para os mais pequenos. Saiba como pode ajudar a criança a gerir…

Consulte Mais informação >
26.07.2019

O que é o overbooking e o que fazer nesta situação

Várias situações podem provocar constrangimentos ao passageiro de um voo de avião. Os atrasos nos voos, o seu cancelamento ou o impedimento de acesso por overbooking são algumas das situações mais comuns. Venha saber em que consiste o overbooking, quais as situações em que este ocorre e quais os seus direitos perante esta situação. O…

Consulte Mais informação >
15.07.2019

Como entrar no lounge dos aeroportos?

Existem centenas de lounges nos aeroportos mundiais e as condições de acesso não serão sempre as mesmas. Ainda assim, tratando-se de espaços mais acolhedores e convidativos, principalmente em esperas mais longas, vale a pena saber as condições e requisitos mais comuns para entrar nestes espaços VIP. Venha saber quais são. Porque vale a pena entrar…

Consulte Mais informação >
11.07.2019

Viagens de negócios e bagagem de mão: como preparar a mala?

A arte de fazer as malas é conhecida por quem costuma viajar de avião. Mesmo assim, a tarefa de fazer as malas não é fácil. Preparar a bagagem de mão pode parecer desafiante, mesmo para os mais habituados. As regras de bagagem de mão, no entanto, permitem que leve tudo o que precisa. Basta, para…

Consulte Mais informação >
11.07.2019

Circunstâncias extraordinárias de cancelamento de voos e direito de indemnização

Voos cancelados ou atrasados são um constrangimento. Apesar de existir o direito de indemnização, circunstâncias extraordinárias podem constituir uma excepção. Os passageiros têm direitos, incluindo compensações monetárias, quando os seus voos estão atrasados ou são cancelados. As companhias aéreas poderão alegar, no entanto, circunstâncias extraordinárias, libertando-se desta obrigação. Saiba quais as situações que constituem uma…

Consulte Mais informação >